Pesquisar neste blog

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Educação pública brasileira de péssima qualidade

Conversando comigo mesma sobre sonhos, perguntei -me:
- Para que preciso deles, se eles nunca se realizarão? ... Eles cansam minh'alma.

No meu cotidiano, sendo estudante secundarista, não posso deixar que o desânimo desta vida apague o brilho da esperança que resta. São as piores recordações que terei de minha adolescência, não os piores dias, mas a família da qual sempre me foi cruel.
São fatos que me faz perder a capacidade de ser revolucionária, uma qualidade de secundarista, de segunda à sexta-feira o fantasma da impotência debocha e ronda o meu colégio. Quase temendo-o eu não o busco, às vezes ele se depara comigo, enfurecida fico para que no outro dia ele me mostre o quanto sua impotência é eficaz... Sem esperanças ele me deixa.
Como a educação brasileira pôde ter chegado à este caos?
Como os homens de poder público, humanos, pais de família, sentimentalistas, comemoram acontecimentos tão atordoantes?
Como um país pode ser construído com bases firmes se não temos base na educação, crianças são desprendidas de esperança de um futuro melhor desde cedo, porque o governo não se importa com elas e sim com a economia de seus cofrinhos, se somos deixados a mercê da sorte, e a sorte não existe!!!



O país investe capital em programas como o PRO-JOVEM, PRO-CERRADO, que garantem o adolescente na área de trabalho... Rá! Check Mate!
Isso importa, porque desde cedo, vocês pobres almas estarão adestradas para o cumprimento da lei, a lei da exploração... Ela vai te explorar enquanto você ser um bom rendimento. Trabalhe muito e viva no consumo, pois é isto que movimenta o país, a exploração do trabalhador e os supérfluos da vida.
VIVA A FELICIDADE!!! SOMOS FELIZES PORQUE TEMOS TRABALHO PARA PODERMOS AJUDAR NA RENDA FAMILIAR E CONSUMIR!

"QUE PAÍS É ESTE?"
Eles sabem o que está acontecendo e sabem muito bem. Isso seria revoltante em palavras vulgares. Pois direi as cinco que hoje faz o povo sofrer e que eles tanto conhece.
Educação, Saúde, Transporte, Moradia, HIPOCRISIA.
Enquanto o Brasil ser esse LIXO, parasita a população será!
...Deixo-te esta pergunta: PATRIOTISMO, NACIONALISMO, EXISTE NO BRASIL?


Saudações!!!

terça-feira, 20 de abril de 2010

ESTRATÉGIA: A TRAPAÇA

A vida é como um jogo de xadrez: ou você perde, ou você ganha.
Lastimável será um empate... porque no xadrez da vida nós não obedecemos as regras do tabuleiro. E quando não há regras, há trapaças... seu adversário adora trapaças.
No inicio do jogo você deverá conter todas as informações sobre ele, por favor não se engane e CUIDADO com as esperanças... elas são venenos doces.
A partida começa quando você se sente confiante... então você parte para o ataque, mas você se ilude quando ver que ele não retribuiu, ao contrário ele ficou na defesa para te seduzir com seu doce veneno, que tanto te encanta. Neste jogo não haverá nenhum valor enquanto as peças menores são derrotadas, você está encantada, não adianta tentar resistir, é um poder maior do que você pode controlar. As únicas peças que te importa são os Reis, PARA VOCÊ! Ele não pensa assim...
É quando em um ataque surpresa, matando todos seus sonhos, quebrando o encanto, desafiando-te para a morte, é surgindo tudo o que você não esperava... a trapaça.
Você pensou que poderia vencer, mesmo encantada...
Mas ele moveu a peça errada, e matou com um ataque, os dois Reis!
TUDO ESTÁ ACABADO, NÃO HÁ MAIS JOGADAS, NÃO HÁ MAIS DESAFIOS.
VOCÊ CONFIOU EM SUAS ESPERANÇAS E EM SEUS SONHOS, MAS VOCÊ OS VIU SUCUMBIREM. EIS O CRIME DA DECEPÇÃO!
Quando seu adversário a fez, ele se suicidou.
Mas para você a decepção foi em dobro, seus sonhos foram mortos junto com seu adversário que um dia foi seu herói. E a verdade é que nunca executamos mentalmente a hora do adeus. Ela te surpreende e tudo que é novo é mais duvidoso que o comum... são expectativas medonhas.
Depois do fim resta os fantasmas que te entorpece com as esperanças mortas que te fez perder!


Palavras finais
: Não se iluda com o pouco de esperança que uma pessoa possa te transmitir. É claro, nunca deixe de tentar, pois só nos arrependemos do que não fazemos... Mas quando você decidir ir contra todos por um simples objetivo, veja se realmente vale a pena. São as coisas mais simples da vida que mais valem a pena, as que estão dificultadas estão contidas em um profundo segredo do qual você terá que driblar tudo e todos para conseguir a pista. Se esta pista for valiosa siga em frente e não tema, desafie a si mesmo... se você recuar ou julgar por palavras arrependimento então direi que honra não tendes. Palavras são insanas!
Busque o perigo sem se enganar com as esperanças, suas boas intenções.

Memórias - Pitty

Eu fui matando meus heróis
Como se já não tivesse

Nenhuma lição para aprender

Eu sou uma contradição e foge da minha mão
Fazer com que tudo que eu digo faça algum sentido
Eu quis me perder por aí fingindo muito bem
Que eu nunca precisei de um lugar só meu

Memórias, não são só memórias
são fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu não...

Eu dou sempre o melhor de mim
E sei que só assim é que talvez
Se mova alguma coisa ao meu redor

Memórias, não são só memórias
São fantasmas que me sopram aos ouvidos
Coisas que eu nem quero saber!


Composição: Pitty - Memórias
Minha atual música preferida.. Ela representa o que eu estou sentido e será até quando todos meus heróis estiverem MORTOS! Talvez, depois da guerra tudo fará sentido.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Eis o crime da decepção!

Decepção não mata ensina a viver. Será que ensina mesmo? ... Tenho minhas dúvidas.
As pessoas vivem através dessas decepções, cada dia enfrenta uma nova batalha da guerra, da qual sempre ele perde. Quem vai dizer que eu nunca tentei ser melhor, quem terá ousadia em dizer que tudo foi em vão?
As respostas talvez sejam simples ou talvez não existam.
As condições que atualmente são impostas, existem para oprimir o ser humano de tentar ser melhor. Poucos tem oportunidades de tentar se redimir, mas a maioria tem a opção única de decadência. É impressionante como nossa espécie é dominada por paixões fugaz. Estamos no nosso limite. Será que somos tão egoístas que não temos a capacidade de percepção de raciocínio em conjunto? Os fatos são tão perturbadores.
Há uma grande relação entre os insignificantes e os poderosos.
Os poderosos deveriam trabalhar pelos insignificantes, mas eles os consideram tão insignificante que pra tomar alguma decisão, prevalece a opinião do grande chefão, com um detalhe: A intenção! E quando o insignificante quer deixar de ser insignificante?
O grande chefão não permite! Ele se considera o único ser pensante que existe naquele meio de convivência.
Nunca acredite em alguém pois você nunca conhecerá suas verdadeiras intenções. O método de saber se é verdade ou mentira, vai da sua mente se convencer se os fatos coincidem com a realidade raciocinada secretamente por seu cérebro dentro de sua lógica. Ela que deve prevalecer. Não o que outro cérebro manipulou.
Não deixe que o grande chefão de seu meio o faça passar por decepções... Às vezes elas são boas, às vezes não. Tudo haverá consequência, então cuide do futuro, realizando o máximo de suas boas intenções no presente, não queira ser o futuro grande chefão opressor dos insignificantes, esta farda, será a grande maior decepção do chefão em um futuro talvez não tão próximo.