Pesquisar neste blog

sábado, 26 de junho de 2010

Não quero

Não há sentido nesse mundo de ilusão
onde sonhos são meras fantasias surreais
mas estes que deveriam ser alimento da alma
significa apenas morte, morte e morte.

Considerações encaradas como o precipício do materialismo
até quando suportarei ver as rosas se encolhendo por medo...
Mutilei meu corpo
ele não quer me desculpar
mas isso é fase
eu sempre faço algo melhor que desafia seus limites
ele é tão frágil...
Estou farta de tanta culpa
hipocrisia
ignorância
As pessoas merecem ouro e não pedras grosseiras.
Um novo sol irá brilhar
Uma nova glória irá nos guiar
Uma batalha será travada
E a vitória virar com a autoafirmação da consciência de uma nova geração.
Abaixo aos arcaicos e aos reaccionários!
Vejo o quanto as pessoas estão atormentadas
O quanto de decadência elas representam
Não quero sonhar
Não quero ter esperanças
Não quero mais querer

Apenas quero um dia poder dizer
valeu a pena.