Pesquisar neste blog

sábado, 4 de dezembro de 2010

Impressão para a expressão.

Escrever sobre a vida e experiências as vezes é tão difícil.

Eu gosto tanto de poder estar aqui. A terra é uma boa mãe hospedeira, seus filhos que são muito ingratos, principalmente eu.
Sonho tanto com pessoas amáveis, encantadoras e simples. Elas não precisam de muitos gestos e atitudes para interpretarem o valor real da vida. De Deus.
A cada dia tenho mais consciência de meus atos e minhas palavras... Eu queria não precisar delas. Mas, não é muito possível com seres tão materialistas.
Sigo nessa aventura, salvando-me a cada dia de minhas emoções.
As vezes sinto-me insana, sei que não é verdade, é a alma querendo se libertar e viver com dignidade. Porém, eles, os filhos na mãe natureza estão sufocados com seus enganos e angústias. Eles se enganaram tanto que perderam sua essência. Oh! Deus. Não deixe que os mais fortes sufoquem os mais fracos de tal forma...
Deveríamos nos olhar no espelho e analisar o que temos feito ultimamente, se valeu a pena, se estamos sendo correto conosco e com os outros.
O que importa não é o mundo que vivemos e sim o mundo que nós criamos.
...Meu mundo tem rosas, perfumes, desenhos, magia e música que me encanta e adormece.

"Quero honras e promessas, lembranças e histórias. Somos pássaros novos. Longe do ninho."

Um comentário:

  1. Muito bonito o que escreveu. Tente não se abater com a imposição do mais forte e resista a isso.
    Com isso vc demonstra ser forte tb.

    Sou o Marcelo das domunidades Assexuadas.
    Beijos.

    ResponderExcluir